Eles são dóceis, fiéis e até agressivos, em alguns casos.
Mas nada que seja impossível de contornar.
Afinal, o dono pode recorrer a especialistas para ajudar na adaptação.
Se não todo mundo, pelo menos a maioria das pessoas os considera animais
adoráveis.
Quem tem um, ou mais, dificilmente doa ou abandona.
Quem não tem, quer adotar, ganhar de um amigo, ou até comprar, o que
não é comum, já que a adoção tem sido incentivada.
Vencida essa etapa, vocês não irão se desgrudar.
Adivinhou de quem estamos falando?
Isso mesmo. Do “melhor amigo do homem”: o cachorro.
No entanto, toda “relação” requer cuidados.
Por isso, você precisa ter certeza de que quer um pet.

Se a resposta for sim, aprenda os 5 Cuidados Básicos Com O Cão.

Índice:
1) Mantenha a higiene do cão
2) Leve o cão ao veterinário
3) Alimente o cão de forma adequada
4) Brinque com o cão e o aproxime de pessoas e outros animais
5) Dê conforto e carinho e eduque o cão

5 Cuidados Básicos Com O Cão

1) Mantenha a higiene do cão

O banho, a limpeza de olhos e ouvidos, a tosa, o corte de unhas e a
escovação dos pelos e dos dentes devem ser habituais.

Assim como ensinar o local onde o cachorro deve fazer as necessidades.

  • Banho

Pelo menos duas vezes por mês, mas leve em conta o tipo de pelo, as
características da raça e as atividades do animal.

Um pet de raça pequena pode tomar banho a cada duas semanas, enquanto
um de raça grande, uma ou duas vezes por mês.

Após o banho, aplique produtos para evitar pulgas e carrapatos.

Os produtos devem respeitar a pelagem e o PH da pele, além de terem uma
quantidade de antiparasitários.

  • Limpeza de olhos e ouvidos

Os olhos devem ser limpos todos os dias com uma solução oftalmológica
adequada, para mantê-los brilhantes e sem secreção.

Os ouvidos precisam estar sempre limpos. Portanto, use produtos próprios
para cães.

Não utilize cotonetes, álcool ou água oxigenada.

  • Tosa

A tosa deve ser feita a cada 45 dias.

Caso o cachorro tenha muito pelo, é necessário cortá-lo com mais
frequência no verão.

O pelo funciona como um isolante térmico, evitando que o animal absorva
calor em excesso.

Além do mais, impede que o pelo acumule fungos, bactérias e parasitas
(pulgas, carrapatos etc)

  • Corte de unhas

As unhas devem ser aparadas em intervalos de uma semana, ou, pelo
menos, duas vezes por mês.

  • Escovação dos pelos

Os pelos devem ser escovados todo dia, principalmente dos pets que têm
muito pelo, e duas vezes por semana dos que não têm.

Assim, você retira pelos mortos e os mantêm macios e brilhantes.

Lembre-se que o tipo de pelo e as características da raça devem ser
considerados na escovação.

  • Escovação dos dentes

Escove diariamente os dentes do seu cão com pasta e escovas próprias, e
faça uma escovação mensal no pet shop.

Isso evita acumulação de placas bacterianas e doenças bucais.

  • Ensine a fazer as necessidades no local certo

Coloque um jornal perto de onde ele dorme, mas longe da água e da
comida.

Sabe por quê? O cachorro não faz cocô e xixi perto de onde come.

Depois da alimentação, agrade o animal, a fim de incentivá-lo a agir de
forma correta.

  • Aplique produtos para evitar pulgas e carrapatos

Verifique o pelo do pet.

Esse hábito deve ser mantido e aumentado nos meses de calor.

Após o banho, aplique produtos adequados contra mordida de mosquitos,
pulgas e carrapatos.

2) Leve o cão ao veterinário

É recomendável que você leve o cachorro com frequência ao veterinário.

Anote as visitas anuais ao especialista, e não só quando o animal de
estimação tiver algum problema de saúde.

Aproveite e faça exames preventivos para diagnosticar possíveis doenças
no início, e coloque em dia as vacinas.

Sem vacinação, aumenta a chance de contágio de doenças que colocariam o
pet em risco.

Em geral, o calendário de vacinas é o seguinte:

  • 1ª vacinação – contra cinomose, hepatite, parvovírus, coronavírus, parainfluenza e leptospirose entre seis e oito semanas
  • Reforce as 1ª vacinas
  • Após um período, vacine contra raiva
  • Semanas depois contra a giárdia (protozoário microscópico que
    parasita o intestino de mamíferos) e…
    …a bordetella (síndrome associada à infecção por agentes virais ou
    bacterianos, conhecida como “tosse dos canis”)
  • Dê o reforço de todas as vacinas conforme indicação do veterinário
  • O reforço é feito com menos frequência à medida que o cão
    envelhece, porque diminui a possibilidade de contágio

A vermifugação também é importante e deve ser feita, antes da vacinação,
nos seguintes períodos:

  • De janeiro a abril
  • De maio a agosto
  • De setembro a dezembro

3) Alimente o cão de forma adequada

O lema alimentação saudável = a vida mais saudável também vale para os
cães.

Os alimentos para o cachorro devem ser apropriados à idade, ao tamanho e
à raça, e as refeições devem ser feitas em horários determinados.

Não obrigue o animal a comer, se ele não quiser.

Guarde para outro horário.

Preste atenção na quantidade diária de alimentos, e mantenha água fresca à
disposição.

Para filhotes, cães idosos e com problemas de saúde, é preciso uma dieta
específica, às vezes complementada com vitaminas e cálcio.

4) Brinque com o cão e o aproxime de pessoas e de outros animais

É fundamental passear com o cachorro e avaliar a frequência das
necessidades dele.

Também é essencial incentivar exercícios, pois desenvolve os músculos e
relaxa.

Corra com ele, brinque e passeie de bicicleta.

Deixe-o interagir com pessoas e outros pets.

Isso previne, inclusive, uma eventual agressividade, porque ele aprende a
se comportar em grupo.

5) Dê conforto e carinho e eduque o cão

Ofereça um lugar confortável para dormir, descansar e se alimentar, além
de brinquedos para se divertir.

Seja carinhoso e crie um vínculo que propiciará ótima relação entre você e
o cachorro.

Preze pela educação do animal, para que a convivência entre ele e a família
seja adequada.

Dê limites para que ele entenda o lugar dele na casa.

Gostou das dicas? Compartilhe com amigos e incentive-os a
acompanhar nosso blog.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.