Home Saúde Cuidados Cachorros Cegos – Identificação, Cuidados e Convivência

Cachorros Cegos – Identificação, Cuidados e Convivência

363
0

Sabemos que a visão é algo muito importante para nós enquanto seres humanos, a partir dela começamos a (literalmente) ter visão de mundo, e quando por algum motivo a perdemos, é necessário uma série de adaptações.

Com os cães acontece a mesma coisa, o sentido da visão é um dos mais importantes para eles, mas ainda sim não é o mais importante! Para os cães sentidos do faro e também da audição são mais importantes, e por conta disso a visão acaba ficando em segundo plano.

Por isso um cachorro cego pode se adaptar muito bem dentro do seu ambiente, ainda mais com a ajuda do tutor em ter certos cuidados e pensar no bem – estar do animal para que ele possa ter uma vida confortável e sem dor.

Quando falamos de visão, estamos falando de algo bem sensível, por isso qualquer alteração deve ser bem avaliada por um veterinário, que seja de preferência especialista nessa parte. Assim como nós procuramos especialistas quando estamos com algum problema pontual, você deve fazer o mesmo para garantir a saúde e os melhores cuidados do seu cachorro.

Mas, alguns sinais graduais de cegueira podem ser percebidos pelo tutor quando o cão começa apresentar olhos brancos ou azuis.

Em nosso artigo de hoje você vai saber um pouco mais sobre a cegueira animal.

Como saber se o cachorro é cego?

Se você anda desconfiando que o seu cão é cego, saiba que isso pode ser parcial, total ou estar presente somente em um dos olhos, como nós dois. Se você já anda suspeitando que tal observar melhor o comportamento do seu animal?

O animal costuma apresentar diversas alterações no seu comportamento que podem indicar cegueira, como por exemplo:

Esbarrar em móveis ou em objetos de forma constante;
Errar saltos que ele fazia com facilidade;
Quando está em um ambiente novo ao invés de sair e explorar ele prefere evitar e fica no canto dele;
Esfrega o olho constantemente e pisca;
Olhos se apresentam embaçados, inflamados ou com alteração na cor;
Olhos lacrimejando e com a presença de secreção.

Sabemos que algumas raças são mais propensas do que outras para soltar lágrimas, mas nada que se apresenta em excesso está no seu basal de normalidade.

Se você observar qualquer uma dessa alteração o ideal é levar o seu animal o mais rápido possível para uma consulta para avaliar melhor o problema.

Cachorro cego tem cura?

Seu cachorro foi diagnosticado com cegueira? Esse é o momento de conversar abertamente o veterinário e tirar todas as suas dúvidas! Sabemos que muitas coisas podem passar na sua cabeça nesse momento, e isso é natural.

Tudo vai depender também do grau da cegueira em questão, e qual a doença que levou o cachorro a adquirir essa condição! Por exemplo, nós seres humanos podemos sofrer de Catarata, uma condição que quando operada, dependendo do estágio pode devolver a visão normal! isso tudo para ilustrar que o cachorro também pode ter o retorno da sua visão.

Mas claro, há sempre a possibilidade de ser uma cegueira irreversível, e saiba que o seu cachorro pode se adaptar muito bem a tudo isso, principalmente se essa perda foi de forma gradual! Quanto mais velho o seu cachorro, mais difícil vai ser a sua adaptação, e por isso algumas alterações do cão, e do dono serão necessárias para melhorar a qualidade de vida e o bem estar do animal.

Convivendo com um cão cego

Com certeza é um grande desafio conviver com cachorros com essa condição, mas também é uma experiência bem recompensadora! E diferente do que muitas pessoas pensam, o cão cego pode continuar independente, e mesmo com a cegueira ter uma vida feliz e tranquila.

Com essas dicas que vamos colocar abaixo você vai conseguir deixar o seu cão feliz, independente e ainda em segurança! Confira quais dicas são essas:

  1.  A casa deve ficar toda intacta, ou seja, você deve evitar mexer nos seus móveis ou em outras coisas da casa! isso porque o cachorro já se adaptou com o ambiente daquele jeito, e dessa forma ele consegue se locomover sem esbarrar em nada! Quando você faz mudanças na casa ele pode se machucar e se sentir desorientado.
  2.  Proteja a quina dos móveis como os armários, portas, mesas de cabeceira, e qualquer quina de móvel que pode machucar o seu cachorro.
  3. Faça uso de tapetes antiderrapantes para auxiliar o seu cão a se movimentar de um cômodo para outro.
  4. Os potinhos de comida e de água também devem ficar sempre no mesmo lugar, assim o cachorro vai saber onde os encontrar.
  5. Se a sua casa tiver escadas o ideal é colocar um portão no topo para prevenir que o cachorro caia sem querer! Com certeza as escadas podem ser perigosas nessas situação, e por isso o cuidado é necessário.
  6. Tem outros animais de estimação? Então coloque sinos na coleiras deles, dessa forma o seu pet cego vai saber que eles estão por perto! Você também pode colocar sinos no seu pulso ou nos seus sapatos, dessa forma o seu pet vai identificar que você também está por perto.
  7. É importante avisar as visitas sobre as condições do seu pet, dessa forma eles não devem passar a mão nele antes de serem cheirados.

E se você gostou do nosso tema de hoje continue em nosso site e confira muito mais.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.