Home Saúde Cuidados Cachorros Surdos – Identificação, Cuidados e Convivência

Cachorros Surdos – Identificação, Cuidados e Convivência

246
0

Algumas condições que acontecem em nossa saúde também podem acontecer na saúde do nosso cachorro! Como o caso da perda ou da diminuição dos sentidos!

Nos caso dos cachorros eles ainda podem continuar suas vidas de forma normal, mesmo com alguns cuidados e atenções especiais! Dentro dessas condições bem comuns com a idade avançada temos a surdez.

Em nosso artigo de hoje você vai entender um pouco mais sobre essa condição que pode estar presente em alguns cachorros! Confira.

Surdez no cachorro: O que deve-se considerar

A perda da audição é uma condição bem comum nos cães, pode aparecer em pelo menos 1 a cada 5 cães a partir dos 10 anos de idade! A surdez pode ser total ou parcial, e podem ir aumentando de forma gradativa.

Claro que ninguém deseja que o seu cachorro passe por isso, e no começo pode bater um desespero! Mas a boa notícia é que os cães ainda podem contar com o olfato e também com a visão, isso de alguma forma vai ir compensando, e fazendo com que ele não fique incapacitado.

Por isso, nada de tentar super proteger o seu cachorro ou ter preocupações irreais quanto a isso, mesmo não ouvindo o cachorro pode continuar sendo feliz e tendo uma boa qualidade de vida.

Como mencionamos logo no início, o começo é sempre mais difícil, até porque tem toda a dor do dono, e etc! Mas com o tempo todo mundo vai se acostumando com a nova condição! O cachorro mais do que nunca vai precisar da paciência e do amor dos seus tutores.

Cuidados com um cão surdo

A primeira coisa que você deve fazer nesses casos é não colocar o seu cachorro dentro de uma bola, pois é isso que vai o tornar dependente, não a cegueira em si! Portanto, nada de sentimentos de pena.

O ideal é que você o ajude a desenvolver ainda mais os seus outros sentidos como uma forma de ‘’compensação.’’

Alguns cuidados que você pode ter com o cachorro que está passando por condições de surdez, são:

1 – Passear com a coleira

É natural que nos primeiros momentos o cachorro se sinta bem desorientado, afinal, ele não vai estar escutando nada do que se passa ao seu redor! Por isso você deve o levar para passear de correia, dessa forma ele vai estar sempre ao seu lado, e não vai correr assustado por algo que somente viu e não ouviu!

Nesses casos as situações mais perigosas podem ser tentativas de atravessar a rua, ou caminhar por lugares bem movimentados. Se ele não estiver com a correia possivelmente você não vai conseguir o controlar e nem prevenir a sua reação.

2 – Identificação

Outro cuidado que você deve ter é de colocar uma plaquinha de identificação no seu cachorro, indicando que ele é surdo, para o caso dele se perder! Colocar uma coleira com cor diferenciada juntamente com a identificação também pode ajudar.

3 – Coloque um sino

Se o seu cão já nasceu com a condição de surdez ele não vai poder ou não vai saber latir! E por isso alguns donos colocam um sininho na coleira, dessa forma, toda vez que o pet se afastar ainda vai ser possível ouvir o som que ele faz.

4 – Treine seus outros sentidos

Aqui temos algo muito importante, e de responsabilidade do tutor! É essencial desenvolver os outros sentidos do seu cachorro, como já mencionamos por aqui, funciona mais ou menos como uma forma de compensação.

Por exemplo, os cães são ótimos para recordar aromas e cheiros que lhe são familiares, e você pode utilizar dessas habilidades ao seu favor! Na hora da comida coloque a ração no potinho, e espere por um tempo, se você quer chamar atenção dele fique próximo a ele para que ele te veja, e reconheça o seu cheiro.

E você sabia que é possível ensinar linguagem de sinais para o cachorro? Isso mesmo, não é a toa que eles são considerados animais inteligentes! Quando os sinais são simples eles conseguem compreender de forma rápida.

5 – Sempre se aproxime de frente

Um cachorro em condição de surdez nunca deve ser abordado por trás, dessa maneira ele pode se assustar e te atacar! Você deve se aproximar devagar, de forma que ele consiga te visualizar perfeitamente.

Se por acaso o seu cachorro estiver dormindo e o seu desejo é o acordar, nada de fazer movimentos mais bruscos, o ideal é ir lhe dando carinho de forma suave, e aos poucos ir colocando a sua mão próximo a região do nariz, dessa forma ele vai identificando o seu cheiro.

6 – Brinque de acordo com a sua condição

E nada de pensar que o seu cachorro só porque se encontra em uma situação de surdez não pode brincar e se divertir como antes! Porque ele pode sim, e é saudável para o cachorro continuar fazendo todas essas atividades.

Mas claro, tudo é uma questão de adaptação para as novas condições! Sabe aquela clássica brincadeira onde você joga um objetivo e o seu cachorro tem que ir pegar? Essa brincadeira pode continuar, isso vai depender somente do animal ver você e reconhecer os seus sinais!

No momento que você ia o premiar ou elogiar, olhe bem nos olhos deles e faça carinho! Com isso ele vai entender o recado!

Se você gostou de saber mais sobre surdez nos cães continue em nosso site e confira muito mais.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.