in

Cão de Castro Laboreiro

Vindo de Portugal, o Cão de Castro Laboreiro é considerado uma das raças mais antigas da Península Ibérica. Acredita-se que, tal como o Cão da Serra da Estrela e o Rafeiro do Alentejo, tenha descendido do Doguedo Tibete. A raça é originária de uma pequena aldeia portuguesa chamada Castro Laboreiro, de onde deriva seu nome. É do tipo mastiff, lupoide, de linhas bem retangulares. Cão forte, de aparência agradável e frequentemente de pelagem notável. Os movimentos são livres, fáceis e enérgicos. O latido é característico: muito alto, começando em tons variáveis, mas em geral grave se terminando em agudos prolongados. Indicado para guarda e pastoreio, o cão precisa de área de criação grande. Seu nível de atividade é médio e sua necessidade de exercícios é moderada. Possui pelagem curta, densa, espessa, resistente e ligeiramente áspera ao toque, necessitando de escovação regular. A raça tem um temperamento leal, obediente, de conduta nobre, com uma expressão severa e rusticidade. Pode ser hostil, mas não é de provocar brigas.

PORTE: machos, de 55 a 60 cm; fêmeas, de 52 a 57 cm

PESO: 40 kg

TAMANHO: médio

LONGEVIDADE: de 10 a 12 anos

What do you think?

0 points
Upvote Downvote

Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Loading…

0

Comments

0 comments

Cane Corso

Cão de montanha dos Pirenéus