in

Como reconciliar cães

Se você tem mais de um cachorro em casa, sabe que vira e mexe brigas podem acontecer, os motivos são vários, desde posse do dono, de comida ou mesmo de algum objeto ou estresse que pode ser causado por falta de exercícios ou de interação com o dono.

Algumas vezes você até pode começar a ver o comportamento, e pode identificar uma briga que está quase começando, de uma maneira que ela possa ser evitada.

Mas nem sempre isso é possível, por isso por diversas vezes, a nossa primeira reação é isolar os cachorrinhos para que eles não se machuquem ainda mais.

Sabemos que a sua intenção é sempre a melhor, porém separar os cachorros nem sempre pode ser uma boa ideia, principalmente se a briga começou por disputa de território, eles continuam sentindo o cheiro um do outro, e isso pode os deixar realmente obsessivos por conflito.E como resolver toda essa situação? Confira o nosso artigo de hoje para descobrir.

Reforço positivo

A melhor forma de fazer com que os pets convivam bem de novo é usar e abusar do reforço positivo, e para isso você vai precisar associar a presença um do outro como algo positivo, por exemplo, toda vez que eles estiverem perto você pode oferecer um biscoito que ambos gostem.

Claro que não é magicamente que eles vão voltar a conviver tranquilamente, mas aos poucos essa técnica pode ir ajudando a lidar melhor com a situação.

Mas mais importante do que tentar a reconciliação é tentar entender o que os levou a chegar naquilo conflito, se você não entender o porque, os pets vão continuar brigando, e uma hora o reforço positivo não vai ajudar mais.

Você vai conferir agora alguns dos motivos que os seus cachorrinhos podem estar brigando entre si.

1 – Descubra o gatilho

Como começamos a introduzir o ideal é sempre saber o motivo que está levando as brigas, ou seja, se é comida, atenção, brinquedo, etc. Quando você souber as causas vai ficar muito mais fácil modificar o que está acontecendo no ambiente.

Por exemplo, se os cachorros estão brigando por conta de um brinquedo, é hora de remover o brinquedo ao ambiente! Se for por comida, o ideal é os alimentar em horários diferentes.

Tudo isso vai ajudar a diminuir as chances do conflito acontecer, quando você evita que essas coisas aconteçam tudo flui muito melhor dentro do ambiente, porque quanto mais eles brigaram, pode ter certeza que maior será a tensão do ambiente. E quanto mais briga, mais difícil mudar o comportamento, né? Muitas vezes a situação fica
realmente insustentável, e os donos mal sabem como agir, e realmente não há uma formula nessas situações, pois é uma situação extremamente delicada, e mesmo dolorosa, porque eles podem estar se machucando fisicamente dentro desse processo.

2 – Os coloque para gastar energia

Lembra que comentamos lá no início que os cachorros podem brigar por acúmulo de estresse porque deixam de ter atenção ou mesmo por falta de exercícios?

Para que o estresse não fique acumulado e um acabe descontando no outro, tente deixar o dia deles bem cheio!

Sempre com uma agenda com diversos exercícios, o ideal é que eles façam todos esses exercícios juntos, dessa forma eles vão também conseguir conviver melhor, e claro, liberar todo o estresse que pode estar por trás.

Depois dos exercícios é hora de dar atenção para ambos, é muito importante que eles tenham a mesma atenção, pois como já citamos esse pode ser um dos motivos para as brigas.

3 – Ponha limites

Fazer treinos de obediência ou mesmo impor regras é um aspecto fundamental para que ambos tenham um bom comportamento, dessa forma você vai sempre estar no controle da situação, e eles vão entender como devem se comportar, e compreender claramente que não há espaço para brigas.

O lado ruim é que isso vai exigir de você muita paciência, pois não é de um dia para outro que os cães vão absorver tudo isso, e nem sempre você vai fazer isso da maneira correta.

Por isso se não se sentir seguro pode ser legal chamar um profissional para te ajudar.

4 – Aplique a técnica

Tem uma técnica que costuma trazer bons efeitos quando o assunto é a aproximação dos pets.
Para isso você deve os separar, cada um em sua coleira, guiados por pessoas diferentes, porém sempre lado a lado, em01 laterais opostas.

O ideal é que eles estejam perto um do outro, mas em uma posição onde eles não fiquem se encarando!

No momento em que eles estiverem calmos, sem rosnar, latir ou se importar com a presença do outro, você deve oferecer algum petisco e dizer palavras sobre o quanto a companhia do outro é positiva.

Depois de alguns minutos fazendo a técnica você vai perceber que é possível caminhar com eles lado a lado, sempre tomando cuidado para que não aconteça o olhar fixo.

O próximo passo é colocar um para cheirar o bumbum do outro! Você deve segurar o cão em guia curta para que não briguem, o petisco deve ser oferecido para aquele que está sendo cheirado, conforme os minutos forem passando deixe a guia mais frouxa, mas só faça isso quando tiver segurança que é possível uma aproximação maior.

Depois eles podem começar a fazer atividades juntos, pouco a pouco.

Gostou do nosso tema de hoje? Então continue em nosso site e confira muito mais.

What do you think?

0 points
Upvote Downvote

Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Loading…

0

Comments

0 comments

As raças que mais gostam de brincar

Brincadeiras com os cães