in ,

Correndo com seu cão: Dicas para fazer dar certo!

Aqueles que gostam de praticar a corrida sabem como pode ser chato e solitário correr sozinho, então porque não levar seu cão para acompanha-lo? Além de ajudar seu bichinho a se exercitar e manter saudável pode ser uma ótima opção para conhecer pessoas novas que também curtem um animal doméstico.

Mas não é tão simples conseguir que seu cão se comporte como o esperado logo de início. Confusões com outros animais e pessoas podem leva-lo a se machucar e também te fazer passar um pouco de vergonha. Então vamos a algumas dicas:

Primeiramente devemos saber se o cachorro pode correr. Algumas raças tem algum impedimento físico, mas em geral a maioria aguenta algum treino. Dálmatas e pastores belgas são conhecidos por serem ótimos corredores, mas até mesmo um beagle pode correr no ritmo certo. Vira-latas são ótimas opções para essa parceria também. Se tiver dúvidas sobre, pergunte ao veterinário de sua confiança.

Devemos lembrar também que algumas raças como pitbulls e rottweilers são obrigadas por lei a usarem fucinheira e enforcador em lugares públicos. Se tiver um cachorro de grande porte, é recomendável que se mantenha a maior segurança impossível para evitar incidentes indesejáveis.

Lembre-se que seu animal pode vir a fazer suas necessidades, então ande sempre com uma sacolinha, para recolher suas fezes.  Não estamos tentando adubar o mundo não é mesmo?

Comece vagarosamente, assim como nós, após longos períodos de sedentarismo, os cachorros não podem começar no volume máximo de treino, procure dar espaço ao seu animal, vá lentamente,  deixe-o descansar, faça paradas, tenha sempre consigo um recipiente para colocar água para seu amigo, é extremamente importante que ele se mantenha hidratado.

Jamais se esqueça do aquecimento, ande suavemente com seu parceiro, de trotes leves, antes de pegar no pesado. O músculo frio tende a sofrer mais lesões e não queremos machucar nosso parceiro né? Quando em lugar novo seu animal vai ter a tendência de cheirar tudo ao seu redor, não impeça também, deixe que ele marque seu território por aí, isso faz parte do aquecimento também.

Procure correr em gramados, e locais de chão de terra, o asfalto tende a machucar a patinha de seu animal. Se o asfalto for sua única opção sempre teste a temperatura antes, pois lembre-se de que ele não está calçado como nós. Espere horários mais frescos, e esteja atento ao seu animal.

Levar seu bicho de estimação para a natureza pode trazer algumas complicações que esquecemos, tais como carrapatos, certifique-se sempre que seu animal tem todas as vacinas para evitar o contágio de doenças com a vida selvagem. Esteja sempre atento as ações de seu animal, se após uma corrida ele tiver coceira excessiva , pode ser um sinal de carrapatos ou pulgas que ele adquiriu nessa saída. Esteja sempre ciente do que te cerceia também, nossos amiguinhos tem uma certa facilidade a de se envolver em problemas com outras espécies, cobras e ouriços podem ser um perigo para seu animal. Quando for deixa-lo solto mantenha-o sempre a vista.

Ensine comandos básicos, a maior dificuldade dos iniciantes, é fazer seu cachorro para de querer cheirar tudo, pular nas pessoas, largar as coisas, correr na frente. Então ensine comandos úteis a ele, como: larga, sente, espere, junto. Este é um bom começo para quem quer correr com seu cão. Se você está tendo problemas para ensinar esses comandos considere pegar algumas aulas ou contratar um treinador de cães.

Evite deixa-lo te puxar, use sempre coleiras que o mantenham mais próximo ou ele pode acabar causando confusões indesejadas no local de corrida. Mesmo quando estiver caminhando, busque deixa-lo ao seu lado primeiramente e uma vez que ele obedecer pode dar um pouco mais de liberdade como recompensa. Quando estiver a correr, mantenha-o realmente alinhado contigo, ao menos no começo dos ensinamentos.

Não deixe seu parceiro com a língua de fora, lembre-se seu cachorro esfria o corpo a partir da boca, então respiração ofegante pode significar que ele esteja superaquecendo, faça pausas, evite horários quentes, dê muita água e não leve seu animal ao extremo. É importante respeitar os limites do cão, ele vai se adaptar com o tempo. Comece sempre com pequenas distâncias.

Quando voltar para casa certifique-se de que as patinhas não se machucaram. Cortes, espinhos ou ralados são bem comuns, mantenha sempre os olhos para evitar dor em seu cão. Se seu animal aceitar pode usar algum tipo de bota o calçado, mas caso não aceite, vaselina pode ser uma boa opção para proteção de suas patas. Certifique-se também de que não está fazendo mal a ele, diarreias, cansaço excessivo ou fraqueza podem ser sintomas, de que estamos forçando muito a barra nas corridas.

Não leve seu animal enquanto ainda muito pequeno para se exercitar, o filhote ainda não se formou totalmente e pode estar mais propenso a danos.  O cão obeso também pode ter problemas para correr. Apesar de ser uma ótima prática para ajudar no emagrecimento de seu cão junto com dietas, o cão obeso tende a sofrer lesões mais fácil, então pegue bem leve com o joelho de seu companheiro.

Ao finalizar um exercício, não jogue água gelada ou cubos de gelo em seu parceiro, porque a troca muito súbita de temperatura pode causar reações indesejáveis como queda de imunidade. Se quiser recompensar uma boa corrida de seu parceiro faça um bom carinho em e fale algumas palavras motivadoras. Não o dê lanchinhos até que ele esteja recuperado da corrida, assim como você não sai comendo logo após o exercício pode ser meio indigesto para seu animal também.

Lembre-se o motivo final de estar fazendo isso é sempre a diversão, se quando você está correndo  com seu cão, não consegue aproveitar do momento, fique apenas preocupado com o cão, talvez seja melhor encontrar outro companheiro para isso e fazer programas diferentes com seu cão. O objetivo principal é ter um tempo legal com seu amiguinho de patas e manter os dois em saúde para conviverem felizes em casa.

What do you think?

0 points
Upvote Downvote

Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comments

0 comments

Cuidados que deve ter com Pugs

O que fazer para deixar seu cachorro feliz? Veja algumas Dicas