in ,

Dicas para banho no pet

Os cães são os nossos melhores amigos, e para que eles continuem em nossa vida por muitos e muitos anos é necessário tomar alguns cuidados.

Entre esses cuidados entra toda a parte de higiene dos nosso cachorrinhos, e estamos falando de uma parte essencial de tudo isso, o banho.

Por isso confira as dicas do nosso artigo.

1 – Filhotes só devem tomar banho depois de 2 meses

Essa é uma informação bem importante, e que muita gente mal sabe! por isso se você tem algum filhote, ou alguém que tenha, não deixe que essa pessoa leve o animal para tomar banho no pet shop, o filhote precisa completar todo o ciclo de vacina para estar apto a não contrair doenças com maior facilidade.

Os filhotes são extremamente sensíveis e possuam uma baixa imunidade e por isso você deve verificar com o veterinário antes de qualquer coisa, falando com o profissional pode até ser que ele libere banho em casa, o que vai precisar de alguns cuidados ainda mais especiais.

Mas o que a maioria dos profissionais costuma recomendar é um banho apenas com algodão úmido de água morna, lencinhos umedecidos ou produtos específicos para banho seco.

Evite também produtos com cheiro muito forte como shampoos ou perfumes. Nesse inícios muitos cães ainda mamam, e isso pode atrapalhar o cuidado da mãe canina com o filhote.

2 – Frequência para o banho

Muitas pessoas querem deixar seus cães cheirosos e limpinhos, mas com isso esquecem que eles tem necessidades especiais, e são diferentes de nós. Banho demais em cães pode fazer mal, por isso é muito importante você estar de olho na frequência em que os banhos são administrados.

O mais recomendado é que o banho aconteça uma vez por mês no inverno, e a cada 15 dias no verão, isso para cães com pelagem curto e que moram em locais, como apartamentos.

Os cães com pelagem longa precisam de banho mais frequente, assim como os cães que vivem em casas com quintais e jardins, e com isso se sujam mais, mas você não precisa dar banho sempre, existe outras soluções para esses casos.

Como por exemplo é possível apenas lavar as patinhas, ou então limpar as orelhas desses cães como forma de mantê – los limpinhos.

3 – Produtos especiais

Seu pet deve passar por uma consulta para que seja verificado se há alguma necessidade especial, como doença na pele, ou alergia.

Para cada caso há um tratamento indicado mas as doenças mais comuns desse tipo, são:

  • Micose: Doença bem comum em filhotes que tem contato com a terra, e com toalhas ou outros objetos que possam estar contaminados;
  • Sarna: Doença causada por um acaro que causa muita coceira em nosso cãozinho;
  • Alergia: Geralmente as alergias estão ligadas com pulgas e com ácaros;
  • Infecções: As infecções são bem parecidas com a micose e as alergias, mas a diferença é o tratamento, que deve ser feito de forma mais eficaz ainda;
  • Seborreia: Sim, os cachorrinhos também podem ter a famosa caspa, é preciso tratar, e tomar cuidado com a temperatura da água e também com os produtos para lavagem;
  • Problemas hormonais: Algum distúrbio a nível hormonal no animal também pode causar dermatite, que é uma doença de pele, por isso é importante ir visitar o veterinário regularmente, para se certificar que a saúde do cãozinho anda em dia.

Qualquer uma das doenças listadas exigem produtos específicos que devem ser utilizados sob orientação. Além disso se o cachorro estiver com pulgas ou carrapatos utilize produtos específicos para remover.

E se você gostou do nosso artigo de hoje continue em nosso site e confira muito mais.

What do you think?

0 points
Upvote Downvote

Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comments

0 comments

Como escolher uma boa clínica / um bom veterinário?

Dicas para ter um cão feliz e saudável