in

Luto pela perda de um animal, pode?

Infelizmente os nossos pets não são eternos e quando nos deparamos com a morte deles é um processo de luto muito grande.

Toda morte significa a ruptura de um laço afetivo e por isso é tão dolorosa! Há pesquisas que comprovam que perder um cachorro é o mesmo que perder um ente querido, na maioria das vezes.

Acontece que quando perdemos uma pessoa o mundo se volta para nos dar apoio, nosso luto é permitido! E quando perdemos um cachorro vivemos um impasse social da famosa frase ‘’mas era só um cachorro’’ e isso pode ocasionar ainda mais sintomas de tristeza, angústia e depressão. Por isso o luto de um pet é um sentimento que deve ser vivido para que seja possível a sua elaboração.

Muitas vezes os donos de animais de estimação sentem que não podem chorar ou se sentir triste pela morte de seus animalzinho, isso está muito relacionado com a sociedade que estamos inseridos, que ainda vê o cachorro como um ser inferior, e por isso sua perda não merece tanta importância.

Por conta dessa visão ainda muito presente na sociedade o luto pelos animais faz parte da categoria ‘’lutos não autorizados’’ pois é uma perda não reconhecida pela sociedade como uma perda de fato.

Porém, essa visão deveria mudar, já que os pets estão presentes de como membros efetivos da família, ocupando de fato um grande espaço na rotina de uma casa. E mediante a isso cada vez mais é feita a pergunta: Por que o luto animal ainda não é reconhecido.

E é justamente isso que várias pesquisas vêm tentando entender. Alguns resultados já mostraram que a visão da sociedade mudou muito, e cada vez mais pessoas consideram o luto animal um luto efetivo que deve ser vivenciado.

Mas ainda sim a maioria das pessoas acreditam que a morte do animal não é aceita, assim a pessoa não pode vivenciar o luto, ter sintomas depressivos, desmarcar compromissos entre outras coisas.

Mas infelizmente essa postura das pessoas em não reconhecer o luto acaba fazendo com que o enlutado sofra mais ainda, porque ele sente que não pode expressar seus sentimentos sem ser julgado de forma ruim, o que pode vir a intensificar ainda mais o seu sofrimento.

Além disso a pessoa que está sofrendo luto por conta de um cachorrinho pode elaborar o processo muito mais fácil se as pessoas que a cercam foram empáticas com a situação, e se essas pessoas também tem um amor muito grande por animais a ponto de os considerar membros da família. Ou seja, se uma pessoa está vivenciando um luto por um cachorro é de extrema importância que ela tenha por perto pessoas que considerem esse luto legítimo, assim ela vai ter uma rede de apoio para lidar melhor com a situação.

Muitas pessoas não conseguem assumir para si que estão sofrendo tanto por um animal, e esse é o primeiro passo para que o luto seja superado!

É importante ressaltar que todos os sentimentos e fases do luto podem ser as mesmas entre uma pessoa ou um cachorro. O que estamos dizendo é que você pode sim, vivenciar os mesmos sentimentos e fases do que sua vizinha que perdeu o marido, por exemplo.

Morte é morte! E traz sentimentos parecidos, isso depende mais de cada pessoa do que do objeto e / ou pessoa perdida em si.

Além disso não há um tempo determinado para o luto, ele pode durar dias ou anos, dependendo da relação do tutor com o animal!

Por isso se achar que precisa de ajuda para superar esse momento não sinta – se mal em pedir!

E se você gostou do nosso artigo de hoje continue em nossa página e confira muito mais.

Veja mais: Lébrel Irlandês | Cachorro pode comer ovo | Bulmastife

Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comments

0 comments

11 Filmes de pets para te inspirar

11 razões para você ter um cachorro