in ,

Por que meu cachorro se lambe, morde ou coça de forma compulsiva

Você está a ponto de enlouquecer de tanto ouvir o seu cachorro coçar as orelhas? Ou então seu cachorro já ficou lambendo a pata sem parar sem prestar atenção em nada ao seu redor? Seu cachorrinho fica mordendo o próprio rabo o tempo todo?

E se você ao olhar isso tudo já se sente desconfortável, imagina então como o seu cachorro fica! É natural que todas essas questões te causem preocupações, pois devemos deixar claro que nada disso é considerado algo ‘’normal’’.

E por mais que não seja um comportamento agradável essas compulsões de coçar, lamber a mastigar são bem comuns dentro do mundo animal, e acontecem por diversas causas. Geralmente elas vão ser prejudiciais para o seu cachorro.

Isso pode acontecer por diversas razões e para saber algumas delas continue em nosso artigo de hoje!

Razões para que os cães se cocem, lambem ou se mordem de maneira compulsiva

Como você vai conferir abaixo há diversas razões, desde aspectos físicos até psicológicos, como o tédio.

  • Alergia: Quando você percebe que o seu cachorrinho está se coçando sem parar e sem controle algum, provavelmente ele está passando por um processo de alergia. Essa alergia pode estar vindo do que ele anda comendo, ou então dos agentes ambientais, como mofo ou o pólen. É bem frequente que os cachorros desenvolvam uma irritação na pele conhecida como dermatite de contato, geralmente isso acontece quando eles convivem com substâncias como pesticidas ou sabão;
  • Tédio ou ansiedade: E como já introduzimos, todas essas compulsões podem ser resultados de aspectos psicológicos também! Por exemplo, muitas pessoas ansiosas tem mania de roer as unhas! E assim como acontece conosco os cachorros também podem ter respostas físicas para os distúrbios psicológicos! E podemos ir além, os cães desenvolvem até mesmo uma doença parecida com o Transtorno obsessivo compulsivo, que pode se manifestar como coceiras, lambidas ou mordidas que podem gerar danos realmente graves;
  • Pele seca: Há uma variedade de fatores que podem ocasionar a pele seca ao cachorro, mas isso acontece principalmente em tempos de inverno, onde a temperatura costuma baixar ou quando o animal está com deficiência de ácido graxo. Com a pele ressacada o cachorro pode reagir coçando ou lambendo a pele e o seu pelo;
  • Desequilíbrios hormonais: Se o organismo do seu cachorro não estiver produzindo hormônios da tireoide o suficiente ou se o organismo estiver eliminando muito cortisol, infecções de pele podem acontecer! E é nesse momento que você pode notar algumas manchas pequenas e vermelhas pelo corpo do seu cachorro, e claro que pelo incômodo gerado o seu cachorro vai lamber e coçar bastante, como se realmente estivesse com alguma alergia;
  • Dor: Quando perceber esses comportamentos compulsivos do seu cachorro tente pensar que pode ser alguma resposta para dor! Nesse caso ele pode estar com dor física em algum lugar, e pode tentar achar um escape pra isso. Por exemplo, se ele estiver com algum comportamento compulsivo na pata isso pode significar algo preso na pata. Ou no caso mordidas e lambidas podem indicar problemas ortopédicos incluindo dores nas costas do seu cachorro, ou indicando uma displasia do quadril;
  • Parasitas: E aqui temos as causas mais comuns, ainda mais agora no verão! As pulgas, os carrapatos, e os ácaros chegam pra valer agora no verão. Os carrapatos, por exemplo, não são visíveis a olho nu, as pulgas já conseguem ser visíveis se estiver em grande quantidade, e os ácaros já são microscópicos, por isso, não pense que o seu cachorro não está com nenhum parasita só porque você não está conseguindo ver isso a olho nu.

Tratamento para os comportamentos de compulsão de coçar, lamber e mastigar

Como podemos ver, as causas são muitas! E por isso você deve sempre ter um veterinário de confiança para casos como esses.

A primeira coisa a ser feita é levar o cachorro ao veterinário, ele vai ajudar a descobrir a causa desses comportamentos, e dessa forma o melhor tratamento a ser indicado.

Lembrando que todos os aspectos físicos são descartados, e só depois o veterinário começa a pensar nos aspectos psicológicos, assim como acontece conosco.

Dependendo da causa o tratamento pode incluir:

  • Eliminação de parasitas: Atualmente há diversos produtos de pulgas e de carrapatos que o seu veterinário pode te recomendar! Nesse caso você vai precisa também limpar o ambiente, como por exemplo, os tapetes do cachorro, a caminha que ele dorme, e tratar outros animais de casa se houver;
  • Mudança alimentar: Já se for alguma alergia ocasionada por alimentos, o veterinário vai passar uma dieta especial! Nesse caso adicionar suplementos de ácidos graxos na alimentação diária do cachorro pode auxiliar a resolver problemas de pele seca, e a manter os pelos saudáveis;
  • Uso de medicações: Além disso o veterinário pode identificar problemas e receitar medicações para isso, de forma a tratar a coceira persistente do seu cachorro! Remédios como antibióticos, esteróides, ou produtos anti – coceiras podem ser indicados;
  • Prevenindo o comportamento: Como sabemos, os comportamentos compulsivos podem tirar a qualidade de vida do cachorro, por isso é muito importante tentar o impedir de os repetir. Para isso pode ser necessário o uso de sprays com gosto amargo, coleiras especiais para que ele não tenha acesso a área, ou mesmo ficar de olho e o repreender.

E se você gostou das nossas informações de hoje continue em nosso site e confira muito mais.

Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comments

0 comments

Por que surgem problemas de comportamento em cães mais velhos?

Imagem de Pexels por Pixabay

Mãe de pet e mãe de cachorro são “mães de verdade”?