in

Porque estudos comportamentais sobre cães importam?

Você já fez uma ressonância magnética? As imagens, sons e aquela sensação desconfortável de estar deitado em uma câmara barulhenta…
Greg Berns, um cientista da Emory, uma universidade americana de Atlanta, treinou cães (todos os futuros cães de assistência com menos de um ano de idade) para resistir ao estresse de uma máquina de ressonância magnética. Ele então usou uma ressonância magnética funcional para mapear as atividades cerebrais dos cães quando expostos a cheiros de cães e humanos.
O estudo da Emory descobriu que o aroma dos donos dos cães realmente provocou o “centro de recompensas” de seus cérebros. Os cérebros dos cães mostraram que eles priorizavam o cheiro da sua espécie sobre qualquer coisa ou qualquer outra pessoa.

Em um estudo em Budapeste, capital da Hungria, os pesquisadores isolaram a parte do cérebro dos cães que registrou sons e descobriram que ela funciona exatamente como a nossa (chamada de “área da voz”), que só foi descoberta em humanos nos anos 90.

Outros estudos realizados em Yale, MIT e Duke, outras Três universidades dos Estados Unidos, indicam que os centros emocionais dos cérebros dos cães agem de forma idêntica aos das crianças humanas.

Então, por que isso importa?

O que isso significa realmente é que os cérebros dos cães, seus centros emocionais, agem como os nossos quando vemos pessoas que amamos? Por que é importante que eles reconheçam entonações felizes versus entonações tristes e ajam de maneira diferente com base no que ouvem?
Por um lado, os donos de cães de longa data zombam de toda essa pesquisa. Por que gastar uma quantidade enorme de tempo, dinheiro e mão de obra para testar algo que os donos de cães já SABEM?

Por outro lado, porém, é a dura realidade da nossa cultura animal. Mesmo entre amantes de animais e donos de cães, poucas pessoas consideram um “cachorro de fora” um grande problema… mas ninguém jamais teria um “bebê de fora”. Seus cérebros processam a solidão, a perda e o amor da mesma forma, então qual é a diferença?
E é exatamente por isso que o estudo importa.
Um pai em São Paulo que deixa o filho andar um quilômetro até o parque? Indignação e chamadas para o Conselho tutelar.
Abuso de animal? Muitas vezes nada.

Já aconteceu de, uma mulher ser denunciada ,nos estados unidos,por seus vizinhos por colecionar animais. Não havia serviços para ajudá-la ou puni-la, mas 24 cães foram removidos de seu trailer. Porém ela ainda queria manter mais,por volta de seis, embora seus vizinhos tenham dito que quando ela descobriu que uma ONG de bem-estar animal estava chegando, ela começou a transportar cães para a casa de um amigo. Os pisos de madeira compensada em seu trailer estavam tão encharcados de urina que se espremiam sob os pés. A ONG ajudou com esses cachorros. Suas unhas eram tão compridas que se encravaram. Eles tinham dentes podres e infecções de ouvido e pulgas.
Todos, exceto um dos cães, puderam ser colocados em abrigos para aguardar seu destino.

Não aconteceu nada com ela porque não havia recursos suficientes para fazer muita coisa e, afinal, eles são apenas cachorros não é mesmo?
É por isso que os estudos de comportamento animal são importantes.

Se pudermos obter provas concretas para mostrar a profundidade, a inteligência e as capacidades emocionais dos cães, então talvez, apenas talvez, o sistema judiciário possa acompanhar, possa usar esses dados para realmente processar de maneira significativa.
Há mais, muito mais, sobre esse tópico… Sobre como os abusadores de animais costumam usar os animais como vítimas de suas crueldades antes de se voltarem para vítimas humanas, então punições mais duras de abuso de animais podem realmente impedir o abuso humano contra os amigos de pelo.

Pesquisas de comportamento animal importam.

Dê ao seu cão um abraço e uma boa e longa caminhada. A ciência provou que ele te ama por isso.

Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comments

0 comments

Por que é importante adestrar um cão?

Por que adotar e não comprar?