in ,

Trocar Ração por Alimentação Natural é Saudável?

Pensando na satisfação dos pets, alguns donos optam por disponibilizar alimentação natural para cães e gatos. Porém, para que a nova dieta não seja prejudicial, a refeição deve ser livre de alimentos industrializados, sem gordura, corantes e demais condimentos que não são bem processados pelos animais.

Você tem vontade de mimar seu bichinho e trocar a ração por uma alimentação natural? Entenda se vale a pena essa modificação e os possíveis riscos de oferecer uma comida sem o devido cuidado.

Benefícios da alimentação natural

  • Rica fonte de nutrientes

A dieta natural envolve o consumo de alimentos frescos e variados, como carnes, ovos, peixes, legumes, verduras, frutas e sementes.

Essa mistura de alimentos fornece nutrientes essenciais aos cães e gatos, assim como uma ração do tipo premium ou super-premium.

Claro que o cuidado com a alimentação natural dos animais deve ser levado em consideração, já que os conservantes, as substâncias sintéticas e comidas processadas não são bem digeridas pelos pets.

Por isso, antes de iniciar essa prática alimentar, é preciso consultar um veterinário. Ele será responsável por aprovar a troca de ração por uma alimentação natural e conduzir a nova dieta.

Caso a comida que você preparou não ofereça todos os nutrientes indispensáveis ao bichinho, o veterinário também pode incluir vitaminas em capsulas.

  • Pode ser mais saudável que a ração

Seguindo a risca a alimentação natural para gatos e cães, escolhendo com cautela cada item do cardápio, essa dieta pode favorecer os animais.

Por melhor que seja a ração, é um produto industrializado e passa por diversos processamentos.

Além disso, a ração possui baixa quantidade de água, fazendo com que seu pet ataque a vasilha de água logo após terminar a refeição.

Por outro lado, falando da alimentação natural para cachorro, esta agrega mais água em cada elemento do menu, não possui conservantes nem corantes e pode reduzir o aparecimento de doenças. Isso pelo fato dos alimentos certos terem antioxidantes e serem livres de substâncias sintéticas.

A dieta natural também proporciona ao animal consumir menos cálcio e açúcar. Com isso tudo, a alimentação natural saudável do cãozinho poder fortificar sua saúde, reduzindo as alergias, com pelos mais radiantes, caindo com menor frequência, e o pet pode até perder uns quilos.

Desvantagens da alimentação natural

  • Disciplina no preparo da comida

Se você pretende adotar esse tipo de dieta, é preciso organização para comprar os alimentos propícios aos cães e gatos e prepará-los de forma adequada.

A disciplina da alimentação natural para pets engloba montar a refeição com o auxílio de uma balança, para fornecer a medida exata de cada alimento.

Um cuidado que você precisa ter é estar disposto a cozinhar regularmente, uma vez que seu cão pode rejeitar a ração, caso ele se acostume com a alimentação natural.

Uma comida natural é mais apetitosa, e dessa forma, os pets têm dificuldade para voltar a comer ração. Por isso, se surgir uma viagem, lembre-se de levar consigo as refeições congeladas.

  • Suporte constante do veterinário

Esse profissional é gabaritado para gerenciar a alimentação natural de cães e gatos. Na análise do veterinário, alguns fatores são observados, como a raça, porte físico, idade e outras individualidades do pet.

A saúde do animal também precisa ser averiguada. Assim, na alimentação natural para gatos com problemas renais, por exemplo, devem ser controladas principalmente as quantidades de proteínas e de fósforo ingeridas.

Se o seu cachorro ou gato possui problemas hepáticos, deverá haver maior rigor quanto aos alimentos gordurosos.

O veterinário também irá informar o cardápio perfeito ao seu pet, se envolve alimentos cozidos ou crus sem os ossos.

Qual alimentação escolher?

Os prós e contras da alimentação natural e da ração precisam ser estudados, levando em conta a praticidade, saúde do animal e as suas condições para cuidar do cãozinho.

Alguns conservantes como o BHT e o BHA fizeram com que muitos donos trocassem a ração pela alimentação natural. Ambos são iniciadores de processos cancerígenos. Porém, isso não quer dizer que seu pet terá câncer.

Se optar pela ração ao invés da dieta natural, prefira as rações agrupadas por raça e porte do animal, além dos pacotes premium e super-premium, os quais possuem melhores qualidades e mais nutrientes.

A ração medicamentosa também é importante caso seu pet tenha algum problema de saúde. Neste caso, o veterinário faz a indicação.

Alimentos proibidos

Uma refeição saudável agrega proteínas, fibras, carboidratos, frutas e verduras. Esses alimentos precisam estar bem cortados para que o organismo do seu bichinho capture os nutrientes de modo eficiente.

Apesar da alimentação natural para pets ser diversificado, igual a do homem, muitas comidas fazem mal aos animais.

Entre os alimentos proibidos ou não indicados, podem ser mencionados:

  • Alho: pode provocar problemas nos rins.
  • Abacate: gera diarreia.
  • Batata: para não causar danos no estômago do seu cão ou gato, ela precisa ser sem casca e cozida.
  • Carambola, uva e uva-passas: afeta os rins.
  • Café: pode provocar problemas no sistema urinário e nervoso do cão ou gato.
  • Cebola: nas receitas de alimentação natural para cães, a cebola deve ficar de fora, pois gera anemia.
  • Chocolate: totalmente contraindicado, pois é um alimento que pode intoxicar os animais, acelerar os batimentos cardíacos, além de provocar diarreia e vômito.
  • Frutas cítricas: estas não são recomendadas na alimentação natural, pois são fortes para o estômago do seu pet.
  • Leite e derivados: provocam dores abdominais e diarreia nos cachorros adultos, que não digerem os laticínios.
  • Ossos: tanto o osso de boi quanto de frango podem perfurar os órgãos dos animais, como o esôfago, estômago ou intestino.

Conclusão

Se tiver autorização e acompanhamento de um especialista em pets, a alimentação natural para cães e gatos irá suprir as necessidades nutritivas dos animais.

Entre as vantagens da alimentação natural, os produtos frescos, diversificados, sem adição de conservantes e com mais sabor garantem qualidade e saciedade do seu cachorro ou gato.

Com relação às desvantagens da alimentação natural, é necessário disposição para comprar a comida e cozinhar regularmente ao seu pet. Além disso, a refeição precisa agregar os alimentos corretos e a quantidade exata, estabelecidos pelo veterinário.

Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comments

0 comments

Tigela com água fresca para o seu cão

Cães idosos – Cuidados, Dicas, Doenças e muito mais